PRIMATAS

 

O Projeto Mucky abriga muitos primatas, mas cada um tem uma identidade e uma personalidade próprias, além de uma emocionante história de vida. Conheça abaixo alguns deles.
Se quiser tornar-se padrinho ou madrinha de nossos "pequenos", clique aqui e saiba como fazê-lo.

Açucena
Açucena

Esta linda saguizinha foi encontrada, ainda filhote, caída no chão após ter sido eletrocutada. Foi levada para a Associação Mata Ciliar, em Jundiaí (SP), onde recebeu os primeiros cuidados e teve que amputar os dedinhos do pé esquerdo, que estavam necrosados. Encaminhada ao Projeto Mucky, Açucena logo ganhou uma mãe adotiva, a sagui Titinha, e hoje, já adulta, mora com o companheiro Spaguetti, com quem brinca o dia todo pulando nos galhos.

Angico
Angico

Esse lindo bugio ruivo foi resgatado de um sítio na cidade de Itapecerica da Serra, interior de São Paulo, com a perna esquerda dilacerada. Levado para a Clínica Veterinária Green Pet, na capital paulista, recebeu os primeiros cuidados, mas, infelizmente, teve de ser submetido à cirurgia para amputação da perna. Encaminhado para o Projeto Mucky, Angico vem se adaptando à sua nova condição e recebendo cuidados 24 horas por dia. Recuperado, vive num grande viveiro com a sua companheira, Bel.

Ariel
Ariel

Ariel, um jovem bugio macho, provavelmente, sofreu uma queda após tomar um choque na rede elétrica. Com o supercílio e a boca machucados, recebeu os primeiros socorros na UNISA/SP e depois foi encaminhado ao Mucky. Foi atendido pelas veterinárias da Clínica Odontovet, que constataram um ferimento profundo no lábio superior, o qual foi prontamente tratado. Infelizmente, seis de seus dentinhos precisaram ser extraídos, mas ele está sendo medicado e logo estará recuperado.

Avelã
Avelã

Avelã chegou ao Mucky com 6 semanas de vida. Sua mãe foi atropelada numa rodovia em Minas Gerais, mas a bebê foi resgatada com vida e encaminhada ao GEAS (Grupo de Estudos de Animais Silvestres da PUC - Poços de Caldas). Uma semana depois chegou ao Mucky e, em pouco tempo, foi adotada por Castanha e Baru. Com o instinto materno aflorado, Castanha passou até a amamentá-la, fato que emocionou a equipe do Mucky. Hoje, Avelã mora com a família num recinto provisório, mas cheio de bagunça e união.

Balinha
Balinha

Esta linda saguizinha chegou ao Projeto Mucky com seu companheiro Tambor, encaminhada por um morador do município de Atibaia (SP), e recebeu esse nome porque encanta a todos com sua doçura. Após algum tempo, Balinha e Tambor fizeram uma grande surpresa para a equipe do Projeto: tiveram uma linda filhinha, Goiabinha! Hoje, a família vive em um viveiro espaçoso, cheio de galhos, folhas e brinquedos.

Bambam
Bambam

Bambam é uma bugiozinho ruiva resistente e corajosa. Seus poucos meses de vida e a aparente fragilidade não a impediram de superar um trauma sofrido na cabeça por uma provável pancada, que lhe rendeu semanas de cegueira e limitações em seus movimentos. Hoje, divide um viveiro com Pedrita e Barney, e, juntos, aguardam a construção de um novo viveiro, maior e mais espaçoso.

Barney
Barney

Barney é um bugio ruivo resistente e corajoso. Teve diversos traumatismos quando ainda era muito jovem, chegando ao Projeto muito frágil. Seus pelos eram ralos, a pele tinha descamações e os olhos lacrimejavam. No Projeto Mucky, Barney recebeu atenção, carinho e medicamentos adequados, e hoje, com seu belo porte dominante e pelagem viçosa, divide um viveiro com duas companheiras – Pedrita e Bambam - e sua filha Ingá.

Baru
Baru

Baru foi encontrado numa mata na cidade de Mairiporã (SP), com aproximadamente dois meses de idade. Quando chegou ao Projeto Mucky estava desidratado e esfomeado, porém, em boas condições de saúde, e mamava um leite especial de duas em duas horas, inclusive durante a madrugada. Hoje, Baru vive com a companheira Castanha e a filha adotiva Valentina. Sempre sapeca, brinca e apronta o dia inteiro, ensinando “macaquices” à sua filhota.

Beterraba
Beterraba

Este lindo saguizinho-de-tufo-preto foi entregue à Zoonoses de Valinhos (SP) com relato de atropelamento. Possuía vários ferimentos na boca e passou 24 horas sem atendimento, só recebendo os devidos cuidados quando chegou ao Projeto Mucky. Apesar das fortes dores e do sangramento, a atenção e o carinho que recebeu fizeram com que ele se recuperasse rapidamente. Ainda está em observação, mas - ao que tudo indica - logo estará pulando entre galhos e folhas, vocalizando e fazendo novos amigos.

Carrapato
Carrapato

Carrapato é um sagui de tufo branco muito querido por toda a equipe, que foi encaminhado ao Projeto pela ONG Rancho dos Gnomos, em Cotia (SP). Veio acompanhado por uma grande família de saguis: Borrachudo, Muriçoca, Mutuca, Pernilongo, Percevejo, Porvinha, Pulga e Tanajura. Embora apresente osteodistrofia (má formação óssea devida à desnutrição), é saudável e vive com sua querida companheira Pulga.

Castanha
Castanha

Castanha foi encontrada num sítio em Louveira (SP). Sua mãe foi morta cruelmente por tiros que, infelizmente, também atingiram seu braço direito, que precisou ser amputado. Quando chegou ao Mucky estava desidratada e deprimida pela perda da mãe, mas logo ganhou uma mãe adotiva, a Leucena, e um irmão, o Baru. Conforme foi crescendo, começou a ter alguns problemas com sua nova mãe; por isso foi separada de Leucena e acabou ganhando sua própria família, formada por Baru e sua filha adotiva Avelã.

Fiona
Fiona

Quando Fiona foi encontrada pela Polícia Ambiental de Araraquara (SP), estava muito debilitada, desidratada, com lesões graves no rosto e no braço esquerdo. Os primeiros socorros foram prestados pela veterinária Beatriz Mansur que, posteriormente, a encaminhou ao Projeto Mucky, onde seu tratamento teve continuidade. Hoje, Fiona está recuperada e do ferimento no rosto restou apenas uma cicatriz. Vive num recinto grande com seu companheiro Urso, com quem brinca e se diverte o dia todo.

Frangolina
Frangolina

Frangolina nasceu no Projeto Mucky em setembro de 2010. Recebeu esse nome em homenagem ao seu velho pai, Galináceo, um belo bugio ruivo que, antes de chegar ao Projeto, vivia num galinheiro. Nossa equipe acompanhou o crescimento de Frangolina e, hoje, essa jovem bugio vive feliz ao lado de sua mãe Manje e do irmãozinho Noá.

Ingá
Ingá

Filha de Pedrita e Barney, essa linda bugiozinha ruiva nasceu prematura no Projeto Mucky em dezembro de 2013. Pela falta de aprendizado social dos pais, foi inicialmente amamentada na mamadeira até que sua mamãe aprendesse como cuidá-la. Ingá adora ficar agarrada à Pedrita, mas já pula pelos galhos e brinquedos. A macaquinha está crescendo forte e saudável, contagiando toda a equipe com a sua energia e disposição.

Jasmin
Jasmin

Pequenina e delicada como a flor que inspirou seu nome, esta saguizinha foi ferida e abandonada pelo seu bando, e depois socorrida por uma moradora e encaminhada à Clínica Green Pet. Passou por várias cirurgias de amputação do braço direito, um pedaço da cauda e de dois dedinhos da mão esquerda, e chegou ao Projeto com medo e assustada. Aos poucos foi percebendo que era muito amada e hoje vive feliz e divide seu espaço com Pepila, sua mãe adotiva.

Júpiter
Júpiter

Júpiter foi resgatado numa movimentada avenida de São Paulo com o braço e mão muito machucados. Encaminhado ao Projeto Mucky pela Polícia Ambiental, foi prontamente socorrido, pois sua cauda, mão e braço necessitavam de intervenção cirúrgica urgente. Três dedos de sua mão direita precisaram ser amputados, mas após intensos cuidados recuperou-se e, mais tarde, ainda ganhou a companhia de Vênus, que veio para dar e receber toda a atenção e companhia que ambos mereciam.

Leucena
Leucena

Atropelada na rodovia que liga Itatiba a Louveira (SP), Leucena chegou ao Projeto Mucky muito prostrada, com dor intensa, escaras severas, desidratação e uma fratura que a deixou sem os movimentos de seus membros inferiores. Recebeu tratamento intensivo com medicações, musicoterapia, massagem, acupuntura e muito carinho, e hoje está recuperada e saudável, apesar de não ter recuperado os movimentos das pernas. Vive com Soneca, com quem divide um viveiro especialmente adaptado para ela.

Lichia
Lichia

Esta linda saguizinha de tufo branco (Callitrhix jacchus) foi batizada com o nome de Lichia porque chegou ao Projeto Mucky no mês de dezembro, época em que esta fruta está doce e viçosa. Lichia foi resgatada em São Paulo quando estava sendo comercializada por um usuário de drogas e chegou ao Projeto Mucky fraca e desnutrida. Após muito cuidado e carinho conseguiu recuperar-se e atualmente mora num recinto confortável e ensolarado, ao lado do seu parceiro Percevejo.

Manje
Manje

Manje é uma jovem bugio fêmea que foi encaminhada ao Projeto pelo Zoológico de São Paulo. Devido a maus tratos, passou por diversas cirurgias para recompor suas mãos, que são semiparalisadas. A macaquinha viveu alguns anos com o velho bugio Galináceo, que já não está entre nós, e dessa união nasceu a pequena Frangolina. A Atenção e o carinho que a mamãe dispensa à sua filha é um grande exemplo para muitos seres humanos.

Maracatu
Maracatu

Pelo estado em que foi encontrado, esse saguizinho híbrido provavelmente foi eletrocutado. Encontrado por um morador de Cajamar, SP, foi prontamente encaminhado ao Projeto Mucky onde foi avaliado e, apesar dos ferimentos, não apresentava sequelas graves. Hoje, Maracatu vive num recinto próximo à enfermaria onde recebe atenção, carinho e cuidado constante de toda a Equipe Mucky.

Morceguita
Morceguita

Morceguita nasceu na Bahia e, na rede de comércio de animais, passou de mão em mão até chegar a São Paulo numa gaiola de passarinho, com seu companheiro Pingolé. Foi encaminhada ao Projeto Mucky por um casal que a criou como pet por alguns meses em Sorocaba (SP) e, provavelmente devido à má alimentação e estresse que sofreu, chegou ao Projeto quase sem pelos pelo corpo. Hoje está em recuperação e continua morando com Pingolé num viveiro cheio de galhos e brinquedos.

Noá
Noá

Noá é um bugio “nativo” do Projeto Mucky. Filho de Galináceo e Manje e irmão caçula de Frangolina, o nascimento deste bugiozinho trouxe muita alegria à nossa equipe. É muito saudável e brincalhão, mas tem ciúmes de sua família e não gosta de dividi-la com outros macacos. Atualmente, vive em um espaçoso recinto com sua mãe e sua irmã, com quem passa os dias a fazer macaquices.

Panda
Panda

Panda foi encontrado na rodovia em Guaíra, SP, e estava tão desorientado que, por sorte, não foi atropelado. Foi levado para o Zoológico de Guaíra, onde recebeu os primeiros socorros e, em seguida, foi encaminhado ao Projeto Mucky pela bióloga Sarah Andrade. Chegou com a saúde bastante fragilizada, mas recebeu cuidados intensivos e, aos poucos, foi respondendo bem ao tratamento e à cirurgia que precisou fazer na boca. Hoje Panda vive com a bugio Luar, com quem brinca e se diverte o dia todo.

Pedrita
Pedrita

Em agosto de 2008, Pedrita foi levada ainda recém-nascida ao Centros de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) de Juíz de Fora, MG. Com menos um ano de idade foi encaminhada ao Projeto Mucky e, assim que chegou, foi sociabilizada com outros membros de sua espécie. Hoje, Pedrita mora num grande viveiro com sua amiga Bambam, o companheiro Barney, e com sua filhinha Ingá, e fica doidinha quando ganha das tratadoras a sua comida preferida, a flor do hibisco.

Percevejo
Percevejo

Este saguizinho foi encaminhado ao Projeto Mucky pela ONG Rancho dos Gnomos, em Cotia (SP). Apresentando leve osteodistrofia (alteração na estrutura dos ossos), chegou à instituição juntamente com seu companheiros Borrachudo, Carrapato, Muriçoca, Mutuca, Pernilongo, Porvinha, Pulga e Tanajura. Durante algum tempo viveu com os colegas Pulga e Carrapato, mas precisou ser separado e hoje convive com a companheira Lichia num viveiro espaçoso e ensolarado.

Urso
Urso

De pelos negros e brilhantes, esse lindo bugio preto foi encontrado num canavial e levado pela Polícia Ambiental ao Hospital Veterinário da UNESP de Jaboticabal, SP. Possuía feridas no pulso direito e alguns de seus dedos precisaram ser amputados. Permaneceu na Universidade até estar completamente recuperado e, em seguida, foi encaminhado ao Projeto Mucky. Hoje, Urso vive num lindo viveiro com sua companheira Fiona, com quem brinca o dia todo pulando entre galhos e brinquedos.

Valentina
Valentina

Valentina é uma linda filhote de bugio ruivo que, inesperadamente, nasceu no Projeto Mucky, surpreendendo a todos. Filha de Bambam e Barney, foi rejeitada pela mãe e teve que ser amamentada na mamadeira, e após alguns meses passou por um processo de adoção e foi acolhida por Castanha e Baru. Mais tarde ganhou também uma irmãzinha, Avelã, mas por conta de alguns “desentendimentos familiares” precisou ser separada dos pais e hoje aguarda uma nova família, mas continua crescendo esperta e saudável.

Vênus
Vênus

Devido a maus tratos e desnutrição em sua infância, Vênus não cresceu adequadamente. Encaminhada ao Departamento de Parques e Áreas Verdes (Depave) de São Paulo, precisou ter sua cauda amputada em consequência de inúmeros ferimentos, e passou por diversas cirurgias para colocação de pinos nas mãos e placas na bacia pélvica. Hoje, mora com seu companheiro Júpiter num viveiro especialmente adaptado para proporcionar-lhe segurança e qualidade de vida.

Wolly
Wolly

Essa linda bebê bugio foi encontrada agarrada às costas de sua mãe, que já estava morta, provavelmente, vítima de choque elétrico. Encaminhada ao Projeto Mucky, recebeu muito amor da equipe de tratadoras que, além de carinho, a amamentaram com um leite especial. Hoje, Woolly vive num recinto grande e espaçoso onde brinca o dia todo.